Deixe seus dados que entraremos em contato



    BRASÍLIA/DF

    SAUS, Quadra 5 | Bloco N | Lote 2 | 10º andar Tel.: +55 (61) 3208-1155

    SÃO PAULO/SP

    Rua Estados Unidos 367, Jardim Paulista | Tel.: +55 (11) 2050-2410

    Confira 10 dicas de como fazer um storytelling

    Postado por em

    Storytelling

    icomunicacao-agencia-digital

    Desde que o mundo é mundo que a comunicação humana é feita por histórias. E no marketing não é diferente. A técnica de storytelling é uma das formas usadas para contar uma história e conquistar a atenção do usuário e deixá-lo curioso por mais informações.

    O storytelling pode ser considerado como uma arte de contar, desenvolver e adaptar histórias utilizando elementos específicos. Com o uso de personagem, ambiente, conflito e uma mensagem em histórias com começo, meio e fim é uma forma de transmitir uma mensagem de forma memorável  conectando o leitor   emocionalmente.

    Para saber como utilizar o storytelling em sua empresa, confira as 10 dicas a seguir:

    1. Reúna informações sobre sua marca

    O primeiro passo de como fazer storytelling é reunir o máximo de informações sobre sua empresa. Pesquise sobre a sua fundação, quais eram as visões iniciais, histórias que marcaram a jornada do negócio, datas importantes.

    Esse conteúdo é a base de um storytelling autêntico e original que irão fazer as pessoas se envolverem. Quanto mais informações, e mais consistentes forem esses dados, melhor será seu storytelling.

    2. Concentre-se na ação

    As histórias precisam ser dinâmicas, mostrar a ação e o seu desenvolvimento. E não de um personagem só. Afinal, uma empresa é um time e sentir-se parte de uma história interessante é o que faz as pessoas pararem para ouví-la.

    Por isso, quando usar o storytelling nas narrativas da sua marca deixe claro as motivações dos personagens, suas ideias, o que fizeram e as contribuições dos envolvidos para chegar ao objetivo final.

    3. Foque nas partes mais relevantes

    Além de contar histórias atraentes para fazer o storytelling é necessário saber o que dizer para sua audiência. Por isso, independentemente do meio escolhido para transmitir a mensagem seja por texto, vídeo ou áudio é importante ser objetivo e focar nas partes relevantes da narrativa.

    Mesmo ao reforçar a história ou reconta-la, é necessário faze-la de uma forma que diferente. Não seja repetitivo ao adequar o storytelling ao meio a ser veiculado. Um conteúdo feito para um blog deve ter mais detalhado. Já um vídeo precisa ser dinâmico, ágil e ir direto ao ponto.

    4. Adeque a mensagem ao meio

    Para criar uma história atraente utilize as características do meio a favor da sua narrativa. Os recursos textuais vão valorizar as histórias escritas, assim como os recursos de edição audiovisual serão essenciais nos materiais em vídeo ou áudio.

    Com esses detalhes em mente, o storytelling consegue ser mais assertivo e a mensagem chega de forma mais natural.

    5. Dê ritmo para suas histórias

    Um bom storyteller sabe cativar a audiência tanto com um bom assunto para sua história quanto no ritmo da narrativa. Criar momentos de tensão, reviravoltas são importantes para marcar os momentos da história e fazer as pessoas se identificarem.

    6. Sua história

    Ao selecionar os principais fatos sobre a sua marca, conte também sobre os erros, os caminhos pelos quais transcorreu a jornada da marca e como esse cenário mudou. Humanizar a história proporciona proximidade junto ao expectador.

    As pessoas querem conhecer a jornada e não só os resultados. Quer seja a narrativa de uma campanha ou uma apresentação da empresa em um evento, a ideia é aproximar as pessoas de sua experiência.

    Essa identificação associada a outras técnicas de persuasão em vendas trazem excelentes resultados.

    7. Emoção

    A emoção é uma das técnicas mais eficientes de como fazer um storytelling de sucesso. Assim cria-se conexões com as pessoas e com as marcas.

    Contar histórias com emoções também nos conecta com o lado humano. Por isso, marcas com narrativas genéricas e focadas 100% em vendas enfrentam muito mais dificuldades para obter resultados.

    8. Conflito

    O conflito é uma técnica utilizada no storytelling sendo o principal fator que gera audiência. Mas o conflito apresentado não pode ser simples pois não desperta interesse e nem identificação. Afinal, conquistas muito fáceis não costumam ser valorizadas.  Explorar esses pontos ajudam a criar conexões  emocionais e grandes chances de cativar o público.

    9. Inspire-se nas jornadas clássicas

    Como fazer storytelling é na prática um processo desafiador, você precisa começar para aprimorar suas técnicas.

    Uma dica para não errar é apostar nas jornadas clássicas para criação de histórias. São padrões reconhecíveis, mas se bem trabalhados chegam ao ponto esperado.

    Alguns exemplos de storytelling com jornadas de histórias clássicas são:

    – a jornada do herói;

    – a viagem ou a missão do tipo aventura;

    – a conquista pessoal;

    – os eventos de um determinado período.

    10. Tenha continuidade na sua história

    Uma narrativa de storytelling deve sempre ter início, meio e fim. Essa divisão é uma forma de orientar a sucessão dos fatos e garantir uma continuidade lógica para a história.

    O início precisa ter um conflito que sirva de gancho para o desenvolvimento da história, o que vai prender a audiência. O meio deve entreter e delinear o caminho que vai levar aos resultados que vão fechar a história e chamar para ação.

    Ter ideias e mensagens brilhantes para transmitir, mas não saber como fazer não traz resultados. Fique atento as matérias da Icomunicação para saber mais sobre técnicas que podem otimizar e impulsionar resultados.

    CONTATOS

    Brasília/DF
    SAUS, Quadra 5 | Bloco N | Lote 2 | 10.º andar
    São Paulo/SP
    Rua Estados Unidos 367, Jardim Paulista