Deixe seus dados que entraremos em contato



    BRASÍLIA/DF

    SAUS, Quadra 5 | Bloco N | Lote 2 | 10º andar Tel.: +55 (61) 3208-1155

    SÃO PAULO/SP

    Rua Estados Unidos 367, Jardim Paulista | Tel.: +55 (11) 2050-2410

    Para acabar com fake news, Facebook prioriza notícias com fontes de informação identificadas

    Postado por em , , ,

    Combate às fakenews

    A ação é outra iniciativa para acabar com a fama de “propagador de notícias falsas” da rede

    Com o principal intuito de controlar o problema de notícias falsas na maior rede social do mundo, o Facebook anunciou uma grande mudança na maneira como prioriza artigos de notícias em seu feed. A rede dará prioridade a conteúdos com base em informações de primeira mão e escritos por jornalistas identificados.

    Antes, a rede priorizava conteúdo de notícias com grande engajamento, ou seja, quanto maior o número de likes, comentários e compartilhamentos, mais a notícia se espalhava para os usuários. Agora, o gigante das mídias sociais mostrará aos usuários reportagens originais primeiro.

    “As reportagens originais desempenham um papel importante de informar pessoas de todo o mundo”, afirmou o vice-presidente global de parcerias de notícias, Campell Brown. Depois de tantos escândalos pelo mundo, o Facebook ficou conhecido como o grande propagador de notícias falsas e isso influenciou não só os usuários, mas chegou ao poder, mudando o rumo de eleições em alguns países. Após diversos danos, à empresa e aos usuários, a empresa de Mark Zuckerberg tem procurado formas de reverter esse quadro.

    Em julho deste ano, anunciou um passo para melhorar seu sistema: seu algoritmo de ranqueamento de notícias será aprimorado para priorizar notícias confiáveis. O Facebook utilizará inteligência artificial para analisar vários artigos que abordem um mesmo assunto ou história e selecionará aquele que for mais citado como a fonte original.

    Portanto, o consumo de notícias pelo feed não mudará tanto para os usuários, mas promoverá credibilidade para os veículos de imprensa que trabalham produzindo notícias verdadeiras.

    O novo sistema trabalha totalmente embasado na data de publicação de um artigo. Portanto, é provável que ainda apresente muitas brechas para as fake news. O recurso de priorização ainda é novo, mas representa uma grande conscientização para que as pessoas tenham ciência do que compartilham nas redes sociais.

    CONTATOS

    Brasília/DF
    SAUS, Quadra 5 | Bloco N | Lote 2 | 10.º andar
    São Paulo/SP
    Rua Estados Unidos 367, Jardim Paulista